Como diminuir o tempo nas Redes Sociais

Você gasta muito tempo nas suas redes sociais? Quer saber algumas dicas para diminuir esse tempo e usar de uma forma mais produtiva?

Leia este texto até o final que eu quero te dar algumas dicas para você mudar esse hábito.

Olá! Eu sou o Christian de Neri e eu costumo falar sobre dicas sobre produtividade, alta performance e empreendedorismo, startups.

E nesse texto eu quero falar com você sobre redes sociais, porque todo mundo hoje vive baseado, vive interagindo, vive com amigos através de redes sociais.

Na verdade, a rede social virou nosso novo padrão de existência no mundo, mas o problema disso é que está consumindo um tempão da gente.

Teve uma pesquisa recente do “global web index” que descobriram que as pessoas gastam uma média de duas horas por dia com redes sociais e alguma coisa até demensagem né, por exemplo o “whatsapp”.

Aí você fala assim: Christian, esse numero é pequeno, eu levo quatro horas!

Ok, eu já vi números diferentes também, pesquisas diferentes, mas acho que a gente gasta um tempão com redes sociais realmente isso é uma coisa que ninguém discute.

Não tem problema de você ver rede social, eu tenho minhas redes sociais também, o problema é o excesso das redes sociais e o quanto que isso pode estar custando na sua vida.

Principalmente, acho que a gente tem que ter consciência do seguinte: o que estou deixando de fazer de importante quando estou muito tempo vendo meu Instagram, meu Facebook, perdendo tempo com coisas que às vezes não me ajudam em nada.

Porque quando você sente essa sensação de perda pra muita gente a sensação de perder algo, “eu estou deixando de ler aquele livro, estou deixando de estudar para a minha prova…

Estou deixando de trabalhar na minha empresa, estou deixando de me dedicar à minha carreira” e aí você fala “puxa, isso realmente está fazendo falta na minha vida” e às vezes motiva você a muitas vezes parar de ver às redes sociais.

Dicas para usar menos as redes sociais

Então, a primeira coisa a gente tem que fazer é se conscientizar. Se você tem essa consciência muito forte, sabe o que você poderia fazer? Cria como se fosse um reforçador.

Está na rede social e você sente que está começando a usar, deixa um livro perto, aí quando você ver o livro, pega no livro, pega fisicamente naquele livro, fala “eu tenho que ler esse livro aqui”.

Então fica aquela coisa de vou, não vou, vou, não vou, assim você ajuda a conscientizar e ter aquele reforço de comportamento para você mudar esse padrão nessas redes sociais.

Uma segunda coisa para você não gastar muito tempo nas redes sociais é você não ter muitas redes sociais, olha que coisa óbvia.

Tem gente que tem cinco contas de Instagram, tem gente tem cinco perfis de Facebook, tem gente que tem Linkedin, Pinterest, Snapchat, Instagram, todas as redes possíveis o cara tem.

E aí sabe o que acontece? Ele fica louco, porque as pessoas começam a mandar mensagem através dessas redes sociais e ele acaba tendo que responder, ou nem responde, não interage, aí o pessoal reclama, enfim!

Quanto você tem poucas redes sociais você obviamente foca numa ou na outra mais, e aí ajuda você, obviamente, a ter muito mais controle sobre seu tempo.

Vou dar o meu exemplo, que talvez não seja o seu, mas só para você ter uma ideia: eu obviamente tenho essa minha parte de autor, de escritor que tem muita gente que me segue, mas eu, Christian, pessoa mesmo, eu quando eu estou lá no meu computador, no meu celular, eu basicamente tenho três redes que são as que eu mais estou em contato.

Na rede que eu fico mais, que o gasto mais tempo, que eu interajo mais pra ver conteúdo, porque pra mim é onde tem um conteúdo de mais qualidade, é o LinkedIn.

Eu gosto muito do LinkedIn, ele realmente tem um conteúdo pra mim ali é muito selecionado, tem uns influencers que são pessoas inteligentes de verdade, daqueles caras que falam de saltar, de business, de negócios, de produtividade de um jeito que eu gosto de fazer.

Então, para mim, o LinkedIn é a minha rede principal, é onde eu gosto de analisar bastante conteúdo.

Eu tenho o Facebook, o Facebook é a rede que eu tenho usado cada vez menos, eu uso muito pouco Facebook, mas é a rede onde eu acabo interagindo com as pessoas que são participantes no nosso curso.

Então o pessoal vai lá, a gente tem os cursos online e aí as pessoas estão nesses grupos e eu acabo interagindo com eles e respondo uma ou outra mensagem ali naqueles grupos.

Mas, basicamente, o meu time que está na frente daquelas redes sociais. Eles vêm, aí às vezes, quando uma pessoa quer falar, quer uma resposta minha, ele me “taga” e ainda vai me acionar e aí eu olho e respondo.

Facebook

Mas, olha, vou te dizer, se eu ver o Facebook duas, três vezes na semana, tem sido muito pra mim, é uma rede que eu tenho obviamente parado de usar. Minha dica principal sobre isso é como desativar o facebook pelo celular e faça isso.

Até tantos problemas que estão tendo aí de privacidade, o Mark Zuckerberg falando que vai melhorar isso, enfim está tendo bastante treta com relação ao Facebook.

E a terceira a rede é o Instagram. O Instagram realmente é uma rede que veio para ficar, as pessoas usam muito o Instagram e é uma rede que obviamente é fácil de me conectar com as pessoas, porque eu consigo gravar os meus “stories” e as pessoas veem onde eu estou, geralmente busco fazer “stories” mais de conteúdo, mais inteligentes, um pouquinho de bastidores da vida, mas obviamente é uma rede que eu também não fico vendo muita coisa de stories dos outros não, tem a minha conta pública, que é a minha conta que obviamente você segue e eu publico
algumas coisas ali.

Tenho uma conta particular que eu sigo o que, dez, quinze pessoas, que aliás já outra dica, eu sigo muito poucas pessoas dentro dessas redes que eu estou precisando, que eu estou querendo seguir.

No LinkedIn, eu tenho pra seguir, eu tenho mais ou menos umas 50 pessoas ali que são caras diárias. Tem um cara de startup, um cara de investimento, tem um cara de produtividade, algumas pessoas de referência nessas áreas, e aí eu me abasteço desses caras.

No Instagram, por exemplo, tenho 18 pessoas que eu sigo, caras que eu gosto de ver o conteúdo deles, caras que têm conteúdo inteligente e não banalidades de coisas babacas. “Christian, mas quando eu vou no seu Instagram, tem quatro mil pessoas que você está seguindo” não é o meu, é o público, é o que a gente usa obviamente pra fazer as nossas ações de marketing e aí a gente usa aquelas ferramentas que acabam seguindo mais gente pra gente conseguir ganhar seguidores e vice-versa, enfim, é uma coisa que acaba acontecendo dentro desse meu perfil.

Mas siga poucas pessoas, escolha as pessoas que você quer seguir, busca conteúdo inteligente, conteúdo que tem a ver, não fica seguindo várias, até aqui no youtube mesmo, né?

Se você seguir cem caras aqui, cara, pensa o seguinte, esse cara fala besteira, esse cara tem um conteúdo legal, esse cara realmente tem profundidade.

Segue esses caras, os outros “ah esse cara aqui é divertido, é bacaninha e tal”, cara, descarta, sabe por que? Porque você fica vendo tanto besteirol e aí o besteirol, uma piadinha vai chamar outra e aí quando você ver você perde o controle.

Eu mesmo já perdi. Se você pegar o seu Youtube pra ver pegadinhas, você começa a ver uma pegadinha, dá uma risadinha, aí vem para outra, vem para outra e quando você vê você passou uma hora vendo pegadinha. Minha nossa!

Outra coisa, faz uma dieta de redes sociais. Então fala assim “olha, no, sei lá, no domingo eu não vou usar rede social”. Aquele dia que você não usa, escolhe um dia na semana, depois começa com dois, depois começa com três, foi assim que eu diminui o meu Facebook.

Eu via todo o dia e depois comecei a ver, por exemplo, segunda, quarta, e domingo são os dias que eu costumo ver o Facebook, ou quando eu tenho, às vezes, alguma interação de alguma palestra, algum webinário que eu vou fazer com os alunos que estão interagindo no Facebook.

Outra coisa, tira do celular as notificações dessas redes sociais. Por que? Porque se cada vez que um amiguinho postar coisinha pra você no Instagram e apitar no celular, que se colocar no Facebook e apitar no celular, você vai ficar neurótico, vai ficar louco, e aí você não vai aguentar, você vai querer ver.

Notificações de redes sociais

Então, assim, o meu celular não notifica nada. Às vezes ele até não notifica a reunião e às vezes alguém me liga, e isso às vezes até é ruim, mas assim, eu prefiro não ter notificação nenhuma porque aí eu controlo o celular, senão o que acontece, as pessoas são controladas pelo celular, e aí é um absurdo.

Então cuidado com as notificações nessas redes sociais. Outra coisa, deixa longe da sua cama.

Se você pega o seu celular, e você está ali na cama, você vai ver antes de dormir.

Sabe o que acontece, isso prejudica o seu sono. Tem algum artigo aqui no canal que eu falo sobre sono, luz azul, e aí você vai entender o efeito disso.

Então se você está na cama vendo, sabe o que acontece, o seu sono vai ser prejudicado, você não vai dormir tão profundamente e obviamente pode te deixar mais cansado no dia, ou seja, além de prejudicar sua produtividade, a rede social, além de consumir o seu tempo, ela pode prejudicar o seu sono, que prejudica muito do seu dia-a-dia.

Outra coisa importante é, se você for ver redes sociais e tal, escolhe o pior horário do dia. Aquele que você está mais cansado, que você não quer pensar em nada e tal.

Por que? Se você começar a ver rede social no momento que você está mais, sabe, pilhado, com mais performance, com mais energia, vai gastar à toa?

Pelo amor de Deus, né. Então, assim, não seja um sugador da sua própria energia, da sua própria produtividade vendo redes sociais no momento errado.

Esse é um artigo que eu podia falar horas pra vocês, porque tem muita coisa que a gente pode falar em redes sociais, mas eu quero deixar ele curto para você realmente parar agora esse texto, comentar aqui embaixo se as redes sociais estão ou não estão te consumindo.

E se você topou ou concordou com as minhas ideias, ou se tem uma dica adicional, porque é óbvio que eu podia falar umas 100 dicas aqui, mas eu quero contribuir, eu quero a sua contribuição para contribuir aqui dentro desse artigo.

Deixe um comentário